Terça-feira, 05 de julho de 2022

loader

Em mais um dia na Espanha, governador gaúcho avança nas tratativas para instalação de termelétrica a gás em Rio Grande

Nesta terça-feira (5), segundo dos cinco dias de visita oficial à Espanha e França, o governador gaúcho Eduardo Leite se reuniu em Madrid com executivos do Grupo Cobra, empresa voltada para o desenvolvimento, construção e operação de instalações industriais. O destaque da pauta foi o projeto de uma termelétrica movida a gás natural no porto do Rio Grande, com investimento de R$ 6 bilhões.

Concluída a análise dos últimos documentos enviados pelo conglomerado, o Palácio Piratini fará um chamamento para audiência pública. Conforme o Grupo Cobra, com as licenças emitidas, o processo de construção já deve começar em dezembro.

O investimento contempla a termelétrica e estação de recebimento, armazenagem e regaseificação de gás natural liquefeito (GNL). A obra poderá operar com até 14 milhões de metros cúbicos por dia, viabilizando o suprimento do combustível ao Rio Grande do Sul até 2030, tendo como consumidor principal a usina. Além disso, deve gerar cerca de 2,1 mil postos de trabalho e atrair investimentos de novas indústrias ao Estado.

O grupo já atua no Estado, com linhas de transmissão administradas pelo consórcio Chimarrão e Pampa que estão em fase de conclusão. Esses investimentos somam R$ 3 bilhões, com 4 mil empregos gerados.

“Trata-se de um projeto discutido desde 2009”, mencionou Leite. “Estamos trabalhando para viabilizá-lo, devido ao seu potencial transformador, especialmente no que se refere à Região Sul do Estado, porque a termelétrica tem impacto positivo direto e gera uma série de oportunidades. Há, inclusive, um diálogo intenso via Fepam [Fundação Estadual de Proteção Ambiental] para agilizar o processo, respeitando-se todos os procedimentos.”

Agenda movimentada

Em seguida, o governador gaúcho conferiu a abertura oficial da feira “South Summit” 2021, com visitas a diversos estandes, inclusive o do Rio Grande do Sul. Trata-se de um dos principais eventos da Europa no setor de inovação.

As comitivas do governo do Estado e da prefeitura de Porto Alegre estão em Madri para dar seguimento às tratativas para a realização de uma edição da feira na capital gaúcha. O local escolhido deve ser anunciado nesta quarta (6).

Após a cerimônia, Leite e Melo participaram de reunião privada com o rei da Espanha, Filipe VI. Na sequência, a comitiva foi recebida pela diretoria do grupo Sacyr, que participa de concessões de estradas no Brasil desde que venceu o leilão da rodovia gaúcha RSC-287.

Como a Sacyr também tem investimentos na área do saneamento, Leite acredita que a empresa pode se interessar em participar do processo de privatização da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

Por fim, o governador esteve na sede da Enerfin, subsidiária de energia eólica do Grupo Elecnor, um dos principais grupos de engenharia e construção da Espanha. A empresa promove, desenvolve, constrói e opera projetos de investimento em diversos países e tem projetos em vista para o Rio Grande do Sul, além dos já instalados, como o complexo eólico de Osório (Litoral Norte).

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Em quase 19 meses de pandemia, coronavírus já custou 34.953 vidas no Rio Grande do Sul
Saiba como está a disputa partidária entre os governadores de Rio Grande do Sul e São Paulo pela candidatura à Presidência da República
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play