Domingo, 21 de abril de 2024

Ferrari vai turbinar ruído de supercarros elétricos para não deixar motoristas “órfãos” do arranque do motor

Os supercarros elétricos da Ferrari terão um ruído de motor próprio, uma espécie de “assinatura” dos possantes, para não deixar os motoristas saudosos do som feito pelo arranque dos motores a combustão. O barulho será turbinado por meio de um novo sistema de amplificação, de acordo com uma patente registrada pela icônica montadora italiana e citada por analistas da consultoria Oddo BHF.

A patente cobre um “dispositivo de reprodução para a realização de um som que pode ser associado a um motor elétrico”, escreveu Oddo BHF em uma nota.

Isso permitiria que a montadora amplificasse o som de um ou mais motores elétricos a bordo antes de redirecionar o rugido pela traseira do carro, disse o corretor. A Ferrari está pronta para iniciar a produção de seu primeiro supercarro elétrico em 2025.

O CEO da fabricante, Benedetto Vigna, disse em um evento anual da empresa com investidores, em junho passado, que o som é um dos “elementos essenciais que caracterizam uma Ferrari”.

Cada motor tem seu próprio som de “assinatura”, acrescentou Vigna, acrescentando que esperava que os carros elétricos da Ferrari também tivessem um rugido de motor característico.

A pesquisa da Ferrari sobre eletrificação apoia a visão da Oddo de que a montadora deve ser capaz de oferecer “um produto veicular elétrico atraente e inovador quando chegar ao mercado em 2025”, de acordo com uma nota divulgada nesta terça-feira.

A montadora com sede em Maranello, na Itália, “não é retardatária nesse aspecto”, acrescenta a Oddo.

“Uma tecnologia de reprodução de som bem-sucedida poderia compensar de alguma forma a perda do som do motor”, escreveu Oddo no relatório, ao avaliar o desempenho das ações da Ferrari.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Parkinson: cientistas mapeiam qual é o primeiro sintoma da doença e como identificá-lo
Pesquisadores alertam que a monkeypox ainda é problema de saúde pública no Brasil
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play