Segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

loader

Governador gaúcho apresenta experiência do Rio Grande do Sul frente à pandemia em evento sobre gestão pública

O governador Eduardo Leite participou, na noite desta terça-feira (30), do 5º Fórum de Gestão Pública da Paraíba, que teve como tema Desafios da Gestão Pública frente à pandemia. Leite fez a palestra magna e abordou a temática com enfoque no modelo adotado pelo Rio Grande do Sul.

A iniciativa do CRA-PB (Conselho Regional de Administração da Paraíba), por meio da Comissão de Gestão Pública, manteve o formato virtual, devido à pandemia da Covid-19. O fórum foi aberto pelo presidente do CRA-PB, César Emanoel Barbosa de Lima, e conduzido por André Coelho, um dos integrantes do conselho.

O governador mostrou que a rápida resposta do Estado no combate à Covid-19 foi baseada no uso de evidências científicas, em dados, no diálogo transparente e na gestão compartilhada com os gestores municipais.

“Trabalhamos desde o início monitorando as regiões para evitar a disseminação do vírus. Medidas de controle e monitoramento adotadas por nossa gestão ofereceram mecanismo científico e ponderado para gerenciar a pandemia”, destacou Leite. O Distanciamento Controlado, modelo de monitoramento dos indicadores de hospitalizações e casos da doença, entre outros, ficou em vigor entre maio de 2020 e abril de 2021. Foi substituído pelo Sistema 3As de Monitoramento, em vigor até hoje.

Leite também destacou as principais ações do Estado para a recuperação das finanças públicas e a retomadas dos investimentos. De acordo com o governador, o Estado estava quebrado, endividado e sem capacidade de investimentos quando assumiu. O cenário mudou. As reformas administrativa e previdenciária, e o equilíbrio fiscal feitos pelo Executivo, com apoio da Assembleia Legislativa, geraram um novo ambiente, com boas perspectivas no curto e longo prazo.

“Hoje já podemos comemorar o pagamento em dia dos salários dos servidores, depois de 57 meses de atrasos. Também estamos anunciando investimentos nas áreas da saúde, educação, segurança, transporte, inovação, com mais de R$ 3,9 bilhões investidos com recursos próprios do Tesouro, e continuaremos a dialogar e conversar para avançar mais”, disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Débito automático, aproximação e parcelamento: confira o que o Banco Central planeja para o Pix
Sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça do Senado ocorre nesta quarta-feira
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play