Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Governador gaúcho cancela desfiles de Sete de setembro e decreta calamidade pública no Estado

Após sobrevoar as áreas atingidas pelo temporal, o governador Eduardo Leite anunciou a decretação do estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul e que não haverá desfiles alusivos ao 7 de Setembro.

O governador conversou com o comandante militar do Sul, general Hertz Pires do Nascimento, que foi compreensivo ao pedido de suspensão dos desfiles, em decorrência do clima de consternação que se fez no Estado após as mortes provocadas pelas enchentes.

Para os desfiles do Dia da Independência, estava previsto o emprego de efetivo e viaturas das forças de segurança estaduais: Brigada Militar (487 militares, 40 viaturas e 26 cavalos), Corpo de Bombeiros Militar (141 militares e seis viaturas), Polícia Civil (20 policiais, um helicóptero e dez viaturas, além de uma viatura com equipe volante para registro de ocorrências), DetranRS (três viaturas e quatro agentes) e Instituto-Geral de Perícias (20 viaturas e 20 motoristas).

O cancelamento dos desfiles possibilita a concentração de forças nas ações de resgate e auxílio à população atingida. Na coletiva, Leite destacou a designação de 180 militares do Exército para atendimentos nas localidades e a disponibilização de maquinário para ajudar na organização e reconstrução das 12 cidades mais afetadas.

“Agora é o momento de arregaçar as mangas e dar tudo que a gente pode, fazer todo o esforço necessário para atender às pessoas, dar conforto e assistência às famílias, desde saúde até alimentação e vestuário. Precisamos restabelecer as condições mínimas de sobrevivência e tudo o que for necessário para que essas pessoas possam se reerguer”, disse. “A melhor forma de homenagear a nossa pátria neste momento é trabalhando, é cada um dando o melhor de si para dar suporte às pessoas e às comunidades que foram atingidas.”

A Secretaria da Educação encaminhou um comunicado oficial sobre a suspensão a todas as suas regionais do Estado, a fim de garantir a comunicação às escolas que participariam dos desfiles nesta quinta-feira, 7 de setembro.

Buscas

Leite pediu atenção redobrada para os próximos dias, devido à possibilidade de desdobramentos do evento climático. “Há previsão de chuvas fortes, infelizmente. Precisamos ser resilientes e seguirmos atentos, sempre a postos para dar o socorro necessário. Estamos ao lado da população e vamos superar tudo isso juntos”, enfatizou.

O governador destacou também o trabalho de busca das forças de segurança no resgate das pessoas que ainda estão ilhadas. Ele frisou ainda que a prioridade do governo continua sendo garantir a segurança de todos os atingidos pelo temporal. O Estado pediu ao governo federal o apoio de mais aeronaves para auxiliar no trabalho.

“São centenas de homens e mulheres trabalhando incansavelmente para garantir que ninguém fique sem ajuda. Estamos mobilizados para isso, trabalhando em conjunto com o governo federal. Em paralelo, vamos avançar na liberação de acessos e no restabelecimento das comunicações com as comunidades mais atingidas”, explicou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

A Caixa vai liberar saque do FGTS para moradores de municípios gaúchos atingidos por ciclone
Cartão de crédito: Banqueiros criticam limites artificiais para os juros no Projeto de Lei aprovado na Câmara dos Deputados
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play