Domingo, 05 de dezembro de 2021

loader

Com sede destruída por incêndio há três meses, Susepe recebe doação de móveis e equipamentos eletrônicos da Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa gaúcha realizou a entrega de móveis e equipamentos eletrônicos doados à Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo (SJSPS). A iniciativa tem por objetivo contribuir para a retomada de serviços em setores que ocupavam a sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), destruída por um incêndio em 14 de julho.

Um termo de cooperação foi firmado recentemente com tal finalidade. Nas rubricas, o presidente do Parlamento, deputado Gabriel Souza (MDB), e o titular da SJSPS, Mauro Hauschild.

Na manhã desta sexta-feira (22), um caminhão descarregou mais de 100 itens, incluindo mesas, armários, computadores e assessórios. “Esperamos que estes materiais possam auxiliar as atividades das equipes dos órgãos de segurança do governo estadual, tão importantes para todos os cidadãos gaúchos”, destacou o chefe do Legislativo estadual.

Hauschild, por sua vez, frisou que o lote será utilizado pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe): “Com essa doação poderemos reequipar a nova sede do órgão e garantir condições de trabalho aos servidores, para que possam voltar o mais rápido possível às atividades presenciais”.

Futura sede

Em agosto, o governo gaúcho anunciou que a Secretaria da Segurança Pública será reinstalada no antigo centro de treinamento da Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs) no bairro Tristeza, Zona Sul de Porto Alegre. As futura sede passa por reformas para receber diversos departamentos, em data ainda não definida.

Situado próximo às margens do Guaíba, o local foi escolhido a partir de deliberação com as direções de setores da pasta, após avaliação de diversos imóveis pertencentes ao Estado e que se encontram disponíveis na capital. O novo endereço apresentou o melhor potencial de adaptação às atividades desenvolvidas pela SSP.

Está em andamento a preparação das instalações, que conta com dezenas de salas amplas, pátio amplamente arborizado e estacionamento de 40 vagas, além de um auditório com capacidade para cerca de 150 pessoas, onde deverá funcionar o Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI).

O primeiro passo – e mais complexo – é a adequação do sistema elétrico para comportar as necessidades de alimentação de energia ao funcionamento de todas as atividades. Isso demanda a implantação de uma nova subestação para modernizar o equipamento que leva carga à área.

Também já está encaminhado o processo necessário para regularização do plano de prevenção a incêndios no local. Com projeto aprovado em 19 de setembro de 2019, a edificação necessita apenas que sejam cumpridas quatro exigências – sinalização, extintores, iluminação de emergência e treinamento de pessoal – para torná-lo plenamente adequado às previsões da legislação.

Será feita, ainda, a preparação de rede lógica de informática e telefonia, climatização, pequenas reparações prediais, incorporação de mobiliário e equipamentos.

O Departamento Administrativo também está produzindo um manual de orientação sobre o bairro, com indicações de linhas de transporte público, localização de restaurantes, agências bancárias, correios e outros serviços nas proximidades, para facilitar a ambientação dos servidores.

A mudança só será providenciada quanto tudo estiver regularizado. Até que isso aconteça, a maior parte dos departamentos, divisões e assessorias do órgão continua atuando de forma improvisada no 19° andar do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), no bairro Praia de Belas.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Militâncias virtuais pró-Bolsonaro e Lula representam mais de 90% do debate eleitoral no Facebook
Estátua do Laçador entra em nova fase de restauração
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play