Segunda-feira, 15 de julho de 2024

EUA pedem que resolução de “cessar-fogo imediato” em Gaza seja votada na ONU nesta sexta

Os Estados Unidos pediram para que a resolução de “cessar-fogo imediato” na guerra entre Israel e o grupo Hamas seja votada nesta sexta-feira (22) pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). A reunião ocorre às 11h (horário de Brasília).

O pedido ocorreu em reunião a portas fechadas do Conselho nesta quinta (21). No encontro, os países-membros discutem pontos da resolução proposta pelos Estados Unidos pedindo uma trégua imediata dos bombardeios na Faixa de Gaza.

A resolução dos EUA será votada nesta sexta caso o Japão, país-membro do Conselho que presidente a sessão, acate o pedido. Até a última atualização desta reportagem, isso não aconteceu.

O Conselho de Segurança da ONU deve aproveitar a oportunidade para também votar uma resolução feita pelo E-10, grupo de 10 países rotativos no conselho. O texto, liderado por Moçambique, pede cessar-fogo na guerra durante o Ramadã, período sagrado para os muçulmanos, que começou dia 10.

Em uma entrevista durante uma viagem à Arábia Saudita, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken disse que a possibilidade de cessar-fogo imediato está ligada à liberação de reféns que estão sob poder do grupo terrorista Hamas.

“Acabamos de apresentar uma resolução perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas, que apela a um cessar-fogo imediato ligado à libertação de reféns. Claro, apoiamos Israel e o seu direito de se defender, de garantir que o 7 de Outubro nunca mais aconteça. Mas, ao mesmo tempo, é imperativo que nos concentremos nos civis que estão em perigo e que sofrem tão terrivelmente”, declarou Blinken.

Ele está visitando a Arábia Saudita para discutir a guerra entre Israel e o Hamas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Médico brasileiro faz primeiro transplante de rim de porco para humano nos Estados Unidos
De volta aos treinos, Soteldo deve ser relacionado para duelo decisivo entre Grêmio e Caxias pelo Gauchão
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play