Domingo, 19 de maio de 2024

Grêmio tem o pior início de Libertadores de sua história

Ao ter perdido por 2 a 0 para o Huachipato na noite da última terça-feira (9) em casa, o Grêmio chegou a sua segunda derrota em dois jogos pela Libertadores 2024. Esse é um feito inédito na história do tricolor gaúcho, que, com isso, ficou na lanterna do Grupo C, que também conta com The Strongest e Estudiantes.

Até agora, em sua pior campanha no torneio continental após duas rodadas havia conquistado ao menos 1 ponto dos 6 disputados. Isso aconteceu em duas oportunidades, 1995 (ano em que acabou sendo bicampeão) e 2019.

Uma das principais reclamações do torcedor gremista é em torno da escalação do técnico Renato Portaluppi.

Na primeira partida, contra o The Strongest, na altitude de La Paz (Bolívia), a equipe entrou em campo com time reserva por causa da final do Gauchão, no sábado (6). Já na terça na Arena, após a conquista do heptacampeonato gaúcho, Renato optou por usar time misto, alegando cansaço de algumas peças que atuaram no fim de semana.

Confira algumas das piores campanhas do Grêmio na Libertadores após dois jogos:

* 2024 – 0 ponto (duas derrotas)
* 2019 – 1 ponto (um empate e uma derrota)
* 2016 – 3 pontos (uma vitória e uma derrota)
* 2014 – 6 pontos (duas vitórias)
* 2013 – 3 pontos (uma vitória e uma derrota)
* 2011 – 3 pontos (uma vitória e uma derrota)
* 1998 – 3 pontos (uma vitória e uma derrota)
* 1995 – 1 ponto (um empate e uma derrota)
* 1990 – 3 pontos (uma vitória e uma derrota)
* 1982 – 2 pontos (dois empates)

Apesar do mau desempenho até o momento, o Grêmio ainda tem 12 pontos para disputar, com chances de terminar a fase em primeiro lugar e garantir classificação às oitavas de final. Huachipato e Estudiantes, ambos com 4 pontos somados, lideram o grupo. Em terceiro, vêm o The Strongest, com 3 pontos.

A busca pela recuperação começará no próximo dia 24 de abril, em duelo contra o Estudiantes, na Argentina.

Treino

O plantel gremista se reapresentou na manhã dessa quarta-feira (10), no CT Luiz Carvalho, iniciando os preparativos para estreia no Campeonato Brasileiro que ocorre no próximo domingo (14), contra o Vasco da Gama, às 16h, no Rio de Janeiro.

O trabalho foi dividido em duas frentes. Aqueles atletas que atuaram pelo menos 60 minutos na partida diante do Huachipato fizeram um treino regenerativo no vestiário.

Os demais, após o aquecimento e o trabalho de preparação física focado na velocidade, participaram de um coletivo contra uma equipe mesclada de atletas sub-17 e sub-20.

O time que começou o coletivo teve Caíque, Fabio, Gustavo Martins, Natã e Luan; Ronald, Dodi, Nathan, Galdino, Nathan Fernandes e JP Galvão.

No segundo tempo, além de Thiago Beltrame entrar no gol, o zagueiro Murilo Tramontini entrou no lugar do lateral Luan. Fabio foi pra esquerda e Gustavo Martins fez a lateral-direita.

Após o término da movimentação, os jogadores ainda treinaram cobranças de penalidades.

O lateral-esquerdo Cuiabano, que entrou no primeiro tempo, no jogo de terça, na vaga de Mayk, correu em volta do gramado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Câmara dos Deputados decide criar grupo de trabalho sobre fake news sem deputado Orlando Silva na relatoria
Cassação de Sergio Moro será definida pelo Tribunal Superior Eleitoral; veja os próximos passos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play