Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

loader

Rodovias estaduais gaúchas receberam mais de 630 milhões de reais em investimentos desde junho

O Plano de Obras 2021-2022 do governo gaúcho alcançou o montante de R$ 633,4 milhões em investimentos na infraestrutura rodoviária do Rio Grande do Sul. Desde que o conjunto de ações foi deflagrado, em junho, já são 93 intervenções para melhoria de estradas estaduais – em algumas delas o trabalho já está concluído.

Conforme o Palácio Piratini, esse aporte corresponde a 49% do total de R$ 1,3 bilhão anunciado pelo governador Eduardo Leite. Durante esses primeiros cinco meses de atividades, 36 obras foram entregues e 57 iniciadas na malha administrada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).

A maioria das ações já concluídas corresponde a serviços de recuperação e manutenção de trechos rodoviários. Até o fim de outubro, 35 deles tiveram as condições de tráfego renovadas em diferentes regiões gaúchas – como Serra, Noroeste, vales do Rio Pardo e Taquari, Norte e Nordeste.

Dentre as estradas atendidas, estão a ERS-571 (Chiapetta–Santo Augusto), ERS-210 (Boa Vista do Buricá), VRS-813 (Garibaldi–Farroupilha), ERS-331 (Marcelino Ramos), RSC-471 (Encruzilhada do Sul–Canguçu), ERS-129 (Colinas) e a RSC-472 (Três Passos–Frederico Westphalen).

“Com foco no reequilíbrio financeiro e um trabalho sério na gestão dos recursos públicos, já conseguimos aplicar neste período cinco vezes mais do que a média anual de investimentos em nossas rodovias”, ressalta o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella. Ele acrescenta:

“Esse conjunto de obras fará com que o estado amplie a sua capacidade de crescimento econômico, pois estradas melhores reduzem o custo logístico no transporte de cargas, atraem novos empreendimentos e impulsionam a qualidade de vida da população.”

Pavimentações de rodovias

Além da melhoria das condições de estradas já asfaltadas, os cinco primeiros meses do Plano de Obras 2021-2022 também registraram investimento superior a R$ 423 milhões na pavimentação de acessos municipais e ligações regionais. No total, 23 obras dessa modalidade estão em andamento na malha rodoviária estadual.

Os serviços iniciados incluem os acessos municipais a Montauri (ERS-447), Senador Salgado Filho (VRS-867) e São Martinho da Serra (ERS-516) e as ligações regionais Viamão–Lami (ERS-118), Ibirubá–Santa Bárbara do Sul (ERS-506), Bagé–Torquato Severo (RSC-473) e Tupanciretã–Santa Tecla (RSC-392).

“São obras aguardadas há décadas pela sociedade gaúcha, mas sempre esbarraram na falta de recursos e na atualização dos projetos”, prossegue Costella. “Priorizamos a solução desses entraves e, hoje, garantimos as condições necessárias para entregar novos trechos pavimentados.”

Ainda de acordo com o titular da pasta, até o final do ano que vem deve ser reduzida em mais de 60% a lista de municípios sem ligação asfáltica: “Iniciamos o governo com 62 e terminaremos com 23, sendo que estes estão com seus projetos sendo revisados”.

De acordo com o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, novas obras devem receber ordem de início ainda neste mês ou em dezembro:

“Com os recursos já liberados, intensificamos o trabalho com nosso quadro técnico na finalização de projetos e contratos para que mais rodovias entrem no nosso cronograma de pavimentações. Daremos um salto de qualidade em infraestrutura rodoviária, com estradas mais seguras e um Estado mais competitivo do ponto de vista logístico”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Juíza vê “superlotação” e determina que detentos do Presídio Central de Porto Alegre tenham tempo de cumprimento de pena reduzido
Grupo de encapuzados ataca sede do Clarín, maior jornal da Argentina, com bombas incendiárias
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play