Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Tribunal Superior do Trabalho abre edital para cadeiras de R$ 6 mil

O Tribunal Superior do Trabalhou (TST) publicou um edital de registro de preços para a compra de 20 cadeiras giratórias executivas, com o custo unitário de R$ 6.181,64. O valor total estimado do certame, registrado no Diário Oficial da União da quinta-feira passada, é de R$ 123.632,80.

As cadeiras a serem compradas pela Corte vão substituir as usadas por ministros nos gabinetes e nas salas de sessões. Segundo a justificativa de documentos anexados ao edital, os móveis atuais, “além de serem antigas, não possuem a ergonomia que proporcione um conforto maior após horas de uso”.

Conforto

Agora a Corte quer equipamentos com espaldar alto, além de assento e encosto em tela. A marca de referência citada no edital é a Flexform, modelo Flextropic ou similar.

A abertura da sessão pública do pregão será no dia 2 de março, às 14h30min. A empresa que oferecer o menor preço terá de apresentar uma amostra da cadeira, que deverá ser aprovada pelo Tribunal.

Após a realização do certame, o prazo para entrega dos produtos é de, no máximo, 40 dias contados a partir do recebimento da nota de empenho pela empresa a ser contratada. Ainda de acordo com o edital, a garantia deverá ser de no mínimo sete anos, a partir da entrega definitiva.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Putin repete afirmação de que a invasão da Ucrânia era necessária para defender a Rússia
Tribunal rejeita pedido de liberdade provisória e mantém Daniel Alves preso
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play